A comunicação nas organizações do século XXI

Desde as pinturas nas paredes das cavernas aos atuais blogs na Internet – diários pessoais virtuais e públicos – a comunicação sempre exerceu papel estratégico e fundamental nas relações humanas. Ao longo do processo de evolução da humanidade mudanças substanciais ocorreram, mas uma coisa permanece imutável: continuamos, tal como o homem das cavernas, competindo pela sobrevivência, tanto na condição individual, quanto na forma de “tribos” corporativas. E neste processo evolutivo, a comunicação é cada vez mais essencial e determinante do sucesso.

Evoluíram também as relações sociais e as mídias. A pintura rupestre deu lugar a uma trama complexa de meios, formatos, representações e seus respectivos suportes de comunicação. Esta diversidade de mídias e linguagens é algo com que poucas organizações no mundo intensamente globalizado e competitivo em que vivemos têm condição de lidar adequadamente. As ameaças à sobrevivência mudaram e se intensificaram e tornaram o mundo corporativo um lugar perigoso para amadores.

Até quem não deve, teme. Não é para menos. Há pouco mais de 100 anos a principal forma de comunicação de uma organização com seus públicos, fosse ela pública ou privada, se dava quase exclusivamente por meio de impressos. Cartazes, folhetos, reclames… Quando os recursos eram escassos, ocorria mesmo era através do conhecido e potencialmente ineficaz boca-a-boca.

Principalmente a partir da primeira década do século passado, a evolução nas teorias, nos meios e na prática da comunicação foi muito acentuada. A velocidade dos desenvolvimentos tem sido acelerada e na “selva” social do século XXI é limitado o crescimento, ou mesmo não há mais espaço, para quem não se comunica adequadamente. Atire a primeira pedra se você jamais recusou receber um panfleto distribuído na rua ou em um cruzamento de trânsito. Somos invadidos por sinais praticamente todo o tempo e, para sobreviver bem, é preciso saber corretamente como interpretar, selecionar o que interessa e também comunicar.

Na sofisticação da arena corporativa a comunicação ganhou várias especificidades: publicidade, propaganda, relações públicas, relações com o mercado, com o consumidor, relações com a mídia. Vários empreendedores, porém, insistem em não ver isto corretamente. Como pintamos as paredes desde as cavernas, todos falamos e muitos lêem e escrevem, não raros são os casos de empreendedores viram seus negócios sucumbir, ou perderam dinheiro em decorrência do clássico erro de utilizar inadequadamente recursos de comunicação. A mais recente das esparrelas é chamar “o sobrinho que entende de internet para montar o site da firma”…

Aos poucos, mesmo a mais simples organização acaba por entender que não vende (quando sua natureza é comercial) apenas produtos: ela vende imagens, principalmente informações que constituem sua própria imagem e a dos produtos. E para complicar ainda mais o cenário, o maior acesso à informação mudou o perfil do público, ou se preferir, do consumidor. Há demandas internas em qualquer organização – afinal até mesmo o porteiro da empresa é comunicador/vendedor de sua imagem – e também do ambiente externo.

O desafio de qualquer organização na sociedade do conhecimento é imenso. Mas não é invencível. Basta uma receita simples: enfrentamento profissional. Não, não é necessário que toda empresa tenha um jornalista, RP ou publicitário contratado, mas é fundamental que recorra a um bom profissional quando estiver diante de uma decisão importante. Lançar um produto, substituí-lo.


Por Rogério dy la Fuente
Rogério dy la Fuente é jornalista graduado pela UnB, com MBA em Marketing pela ESPM, diretor licenciado da agência Tudo é Notícia e atualmente é assessor de comunicação da organização ambientalista WWF-Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s